Jornal Pires Rural - 10 anos de fatos

terça-feira, 21 de abril de 2015

Ponto sem retorno

Muito se discute sobre a influência de nós, seres humanos, na contribuição para o processo de aquecimento global. Existia uma crença de que esse fenômeno poderia ser apenas um ciclo natural do planeta, porém, os estudos apresentados no relatório do chamado “Grupo de Trabalho I” do Painel Intergovernamental para Mudança Climática (Ipcc), em 2 de fevereiro deste ano, deixam evidente que o processo de aquecimento global é causado pela humanidade. Desmatamento, processos de produção agrícola e industrial poluidores, exploração excessiva de recursos naturais sem um manejo adequado, falta de estudos integrados de controle da poluição do ar, são apenas algumas das causas a serem enfrentadas.As conseqüências são as mais diversas possíveis: degelo das calotas polares com o aumento do nível do mar e conseqüente diminuição da área de território habitável, perda de biodiversidade, desastres ambientais como enchentes, longas estiagens, furacões, entre outros, além dos efeitos ainda não conhecidos.

As consequências são as mais diversas possíveis
Esse quadro alarmante nos faz refletir sobre as práticas necessárias a serem adotadas para conter ou, no mínimo, diminuir os efeitos desse fenômeno. Dois caminhos são bastante claros, o primeiro constituído por mudanças de hábitos pessoais, por mais insignificantes que pareçam ser, e o segundo por uma transformação da visão dos grandes poluidores e gestores públicos, em busca de processos sustentáveis.
Respostas efetivas somente serão obtidas se houver uma pressão popular tanto em âmbito governamental como privado. O que traz portanto, a necessidade de ações pró-ativas da população, que pressionem esses meios e possibilitem uma mudança suficiente para diminuir ao máximo o efeito das conseqüências do aquecimento global.
A certeza que temos é a de que não nos resta muito tempo para tomar decisões e agir em busca de soluções que tragam uma melhor expectativa e qualidade de vida para todos.

Luiz Filho * Mestrando em Eng. Ambiental – UFPR.

Matéria publicada originalmente na edição 36 Jornal Pires Rural, 10/03/2007-www.dospires.com.br]
Em comemoração aos 10 anos do início do Jornal dos Pires, logo acrescentado o Rural, tonando-se Jornal Pires Rural, estaremos revendo algumas das matérias que marcaram essa década de publicações, onde conquistamos a credibilidade, respeito e sinergia com nossos leitores e amigos. 
Quase sem querer iniciamos um trabalho pioneiro para a área rural de Limeira e região, fortalecendo e valorizando a vida no campo, que não é mais a mesma desde então…

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Logo

Logo
Um Jornal a serviço da comunidade